sábado, 20 de novembro de 2010

HOMENS DE VERDADE!?!?!?





Porque eu apóio:  Fernanda Mello para Presidente!!!!
E urgência na Criação do Projeto de Lei que estipule um limite máximo permitido de Zé Ruelas  para uma mulher topar por ano... 
Deusolivre!!!!
É cada coisa que aparece, cada... Como assim!!???
Ai, sabe!!?
Definitivamente tem neguinho jurando que tá na Disneylândia... Tá louco... 
HOW ABOUT GROW UP, GUYS????????



“Meninas, o negócio é o seguinte:
Homem que é homem tem que ter coragem!!!
Coragem para ser homem.
Coragem para falar a verdade.
Coragem para saber o que quer.
Coragem para tomar atitudes.
Coragem para assumir suas escolhas.
Coragem para assumir seus defeitos.
Coragem para assumir seu erros.
(...)
... Ah, me poupem! 
É muita covardia pra minha cabeça! 
Você olha e lá estão eles: governando empresas, liderando revoluções, resolvendo questões impossíveis, escalando montanhas, desafiando a ciência e a tecnologia… 
Mas é só colocá-los na frente de uma mulher de verdade, ou frente a alguma dúvida e… cadê? 
Eles viram covardes...
(...)
Rapazes, ouçam bem!  
Preferimos mil vezes que vocês digam (sem muitos rodeios) o  que estão pensando...
Gosto de palavras na cara. 
De frases que doem. 
De verdades ditas (benditas!). 
Sou prática em determinadas questões:  
OU VOCÊ QUER OU NÃO.
Então, não me peçam para ler sinais. 
Me escrevam um bilhete num post-it, eu prefiro. 
É muito melhor do que ficar no vácuo.
Nós – mulheres românticas e sonhadoras – também sabemos ser objetivas. 
Não gostamos de perder tempo. 
Nem queremos queimar nossos neurônios tentando adivinhar o que – na verdade – esses belos moços querem.
Francamente, rapazes:
Foram VOCÊS que nasceram com culhões. 
Não é possível que se tornem assim… 
TÃO BANANAS!!!!!!
(...)
Então, pelo amor que eu tenho a vocês, eu lhes peço (meninos!):
SEJAM HOMENS DE VERDADE. 
Porque nós somos apenas mulheres...”


(Fernanda Mello)


E já que o momento é de pegar pesado mesmo, e covardia não é o único quesito capaz de garantir à um cara o título de "Zé Ruela de Ouro", mais algumas "dicas", afinal, o melhor  ainda é correr desses queridos chaves de cadeia... 

- Não saia com um cara que tenha compromisso com outra garota. 
Lembre-se que essa garota poderia ser você. E não esqueça da lei do karma: a “coisa” volta pra você triplicado. (Alguém precisa disso na vida?)
- Não saia com caras que contem vantagem demais, que usem o termo “amigo pessoal” de alguma celebridade e que perguntem qual a marca do seu jeans. (Acreditem, isso existe!)
- Não saia com indivíduos que achem bonito maltratar animais.
- Não saia com homens que não saibam o que querem.
- Não saiam com marmanjos que hajam feito meninos de 16 anos.
(Putz... será que sobrou algum???)
- Não saia com caras indecisos sexualmente.
- Não saia com caras que te deixem no “vácuo”.
- Não saia com caras que não tenham coragem de dizer que querem sair com você.
- Não saia com caras agressivos, briguentos, arrogantes e sem-educação. 
(Isso é óbvio, mas não custa lembrar!)
- Não saia com caras que digam: “Vê se não some"...
 - Não saia com seres que não respondam suas mensagens, emails ou telefonemas.
- Não saia com homens que achem que estão te fazendo um favor. 
- Não saia com caras que aluguem com mensagens e ligações dia e noite, e quando te encontram posem de última Bono de doce de leite do pacote.
- Não saia com homens que façam uso de drogas.
- Não saia com homens que tenham vergonha da própria família.
- Não saia com homens que tenham um cabelo à la Roberto Justus.

- Não saia com homens que tirem "auto-fotos" no espelho 
 (se for sem camisa então... corra, muito, e rápido, e sempre!)

- Não saia com playboys que achem que a vida se resume ao próximo feriado.
- Não saia com caras que achem lindo ser narcisistas.
- Não saia com homens que queiram tirar qualquer vantagem de você 
(emocional ou financeira).
- Não saia com nenhum mané que diga que você não pode se apaixonar por ele, nem levá-lo a sério.
- Não saia com homens que não tenham senso de humor.
- Não saia com seres que precisem beber para tomar qualquer atitude.
- Não saia com homens que se dizem confusos e tenham "medo de se envolver".
- Não saia com homens que dizem estar correndo de compromisso.
 
(Sim, amigo, nós é que estamos correndo de você!)
- Não saia com homens que falam muito de si mesmo e nunca te escutam.
- Não saia com homens que só te escutam, e não falam nada de si mesmo.
(Rá!!! Aí tem!!!)
- Não saia com caras que se preocupam só com a forma. E esquecem o conteúdo.

- Não saia - em hipótese alguma - com caras que te façam ter dúvidas sobre a mulher sensacional que você é...

Meninas, homens não são todos iguais e postura e caráter independem de cariótipo 44XX. ou 44XY.
Têm muita gente bacana por aí...
Só não vale perder tempo com caras que não sabem valorizar as oportunidades que tem!



quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A favor de gente de verdade!!!

" Quem é de verdade sabe quem é de mentira"

Porque estou  numa fase viciada em  Fernanda Mello ...
Texto dela
(que se eu fosse escrever, não mudaria uma vírgula sequer...)

Fica a dica.

"Eu sou  uma eterna apaixonada por palavras. Música. E pessoas inteiras. 
Não importa seu sobrenome, onde nasceu ou quanto carrega no bolso. 
Pessoas vazias são chatas e me dão sono. 
Gosto de quem mete a cara, arrisca o verso, desafia a vida. 
Tem muita coisa dentro de você? 
Então jogue essa porra de identidade fora e senta aqui. 
Pára de falar da festa. 
Da viagem. 
Das 300 horas que ficou sem dormir ouvindo tuntz tuntz. 
Tá bom, pode falar! Mas seja breve. 
Eu quero saber sobre você. VOCÊ! 
Você não é só uma festa, uma foto de orkut, um carro bonito que te custa caro. 
Você não é só um i-phone, uma tv de plasma, uma notícia barata de jornal. 
VOCÊ É GENTE! 
E gente sente.
Gente ama, sofre, sente sono.
E tem medo. 
EU TENHO MEDO.
Eu, na verdade, tenho muitos medos.
E um deles é que as pessoas virem apenas uma IMAGEM.
Não para os outros (que se fodam os outros!), mas para si mesmo. 
Meu Deus, aonde vamos parar? 
Antes que a conversa se estenda, quero esclarecer logo. 
Não sou hipócrita, veja bem. 
Também adoro um auê, uma frescurinha, champagne boa. 
Tenho um ego chato que apaga fotos em máquinas alheias. 
Fico emburrada se a calça jeans não entra. 
Brigo cá com meus defeitos (que são caros, fartos e meus). 
E acho que todo mundo também. 
Mas o que vim dizer hoje não é isso. 
Ou melhor, é sim. 
O que eu quero falar na verdade é que:
A GENTE PODE SER BEM MAIS QUE ISSO.
Que tal preocupar-se um pouco mais com SER do que com o TER, nem que seja pra variar? Me conte suas viagens, me mostre sua história, mas seja sincero: você detestou aquele lugar que todo mundo ama! 
VOCÊ ODIOU, na verdade. 
Então pra quê dizer que foi uma viagem “do caralho” e colar aquelas fotos com aquela gente cretina bem no meio do seu mural? 
Não precisa fazer linha comigo, nasci desalinhada, você sabe. 
Lembre-se de quem você era, DE QUEM VOCÊ É. (Você se lembra?). 
É sua essência, tudo o que há por trás desse sorriso lindo e óculos escuros. 
É minha gente. Estou naqueles momentos silenciosos em que pouca coisa parece fazer sentido. 
Sigo a vida conforme o roteiro, sou quase normal por fora, pra ninguém desconfiar. 
Mas por dentro eu deliro e questiono.
Não quero uma vida pequena, um amor pequeno, um alegria que caiba dentro da bolsa. 
Eu quero mais que isso. 
Quero o que não vejo. 
Quero o que não entendo. 
Quero muito e quero sem fim. 
Não cresci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar. Por isso, não me venha com superfícies, nada raso me satisfaz. 
Eu quero é o mergulho. 
Entrar de roupa e tudo no infinito que é a vida. 
E rezar – se ainda acreditar – pra sair ainda bem melhor do outro lado de lá."

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Efeito Borboleta!!!!

" O simples bater de asas de uma borboleta ,
pode causar um tufão do outro lado do mundo"

(Edward N. Lorenz)



Dia de aniversário... Adoooooro!!!
Tem gente que fica meio prá baixo, tem gente que quer sumir, tem gente que fica revoltada...
Eu não. Desde pequena, sempre achei este o dia mais mágico do ano...
Tendo em vista que, a partir do momento em que  nascemos, temos duas opções, ou fazemos aniversário, ou...
Como não comemorar, agradecer, e pedir mais um montão de datas como esta????????? 
Desde que me entendo por gente, lembro de sentir neste dia, como se ele tivesse sido feito especialmente para mim, e andar de peito estufado, esperando que o mundo me desse os meus  merecidos Parabéns...
Adoro ser lembrada por aqueles que amo, considero e admiro.
Cada telefonema, e-mail, e-card, SMS,  recadinhos no orkut, facebook etc... são uma gostosura. (Só não vale carro de som, vai!?)
E não vou mentir, adoro também os confetinhos recebidos,  daqueles que aproveitam a data para lembrar minhas qualidades...  hehehe
Lógico, em um dia como este, não dá para fugir de certas reflexões, restrospectivas e  pensamentos...
Há quem diga (e eu concordo) que a verdadeira "virada" se dá, não no dia 31 de dezembro, e sim no dia do nosso aniversário.
É ali que encerramos mais um ciclo, fechamos uma era e abrimos uma outra...
Acredito mesmo...
Pois bem, se eu tivesse que utilizar uma palavra para definir o espaço de tempo transcorrido entre o apagar das velinhas do ano passado, até os olhos fechados concentrados no pedido do dia de hoje, usaria CAOS!!!!
Não, isto não é resultado de um período de inferno astral dramático,  meu mundo não está caindo, e não estou a beira de um ataque, explico:
Palavras da Santa Wikipédia:
Teoria do Caos 
"Para a física e a matemática, é a teoria que explica o funcionamento de sistemas complexos e dinâmicos. 
(Está começando a entender???? hehe)
Em sistemas dinâmicos complexos, determinados resultados podem ser "instáveis" no que diz respeito à evolução temporal como função de seus parâmetros e variáveis.
Isso significa que certos resultados determinados são causados pela ação e a interação de elementos de forma praticamente aleatória. 
Para entender o que isso significa, basta pegar um exemplo na natureza, onde esses sistemas são comuns.
A formação de uma nuvem no céu, por exemplo, pode ser desencadeada e se desenvolver com base em centenas de fatores que podem ser o calor, o frio, a evaporação da água, os ventos, o clima e inúmeros outros fatores.
Além disso, mesmo que o número de fatores influenciando um determinado resultado seja pequeno, ainda assim a ocorrência do resultado esperado pode ser instável, desde que o sistema seja não-linear.
A conseqüência desta instabilidade dos resultados é que mesmo sistemas determinísticos (os quais tem resultados determinados por leis de evolução bem definidas) apresentem uma grande sensibilidade a perturbações e erros, o que leva a resultados que são, na prática, imprevisíveis ou aleatórios, ocorrendo ao acaso (...)
Pois, é exatamente isso que os matemáticos prevêem: o que as pessoas pensam ser acaso, na realidade, é um fenômeno que pode ser representado por equações. 
Os cálculos envolvendo a Teoria do Caos são utilizados para descrever e entender fenômenos meteorologicos, crescimento de populações, variações no mercado financeiro e movimentos de placas tectônicas, entre outros. 
Uma das mais conhecidas bases da teoria é a chamada "Teoria do Efeito Borboleta", de Edward Lorenz:
"- O bater de asas de uma simples borboleta pode  provocar um tufão do outro lado do mundo.""
...

Já disse Ortega y Gasset:
"Eu sou eu e minhas circunstâncias"
Assim, tendo este sido "O" ano onde, definitivamente (e mais do que nunca) em meu "sistema dinâmico complexo" palavras como questionar (e me auto questionar), pensar e repensar, definir e redefinir, afirmar e renovar, comandaram (e isso, em tese, já é o próprio caos) cada minuto vivido e toda experiência do acaso trazida com cada um deles, foi elemento aleatório constituinte desta eterna e instável construção do que sou, mas principalmente, converteu-se na renovação  da minha estrutura, convicção dos meus valores, minhas crenças e meus princípios...

E isto, assim como tudo mais na vida, é parte de um ciclo evolutivo maior, formado dia a dia, mês a mês, ano a ano... Sempre e sempre...
Coisa boa então,  em um dia especial como este, perceber que com todas minhas qualidades e defeitos, carrego com orgulho o nome que me foi dado, tenho a liberdade e felicidade de poder ser e ter uma vida transparente, e de norte à sul,  por este mundão afora,  ter cativado pessoas pela minha real essência.
Agradeço por tudo passado, intensamente vivido e aprendido; Pelo que me torno constantemente, por ser quem eu sou, e ter a quem tenho...
Minha Família, Meus Amigos, Meus Amores...
Obrigada por tudo...
Pois foi do bater de asas de cada borboleta que se fez o tufão do lado de dentro do mundo que hoje eu sou!