sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

É Natal...




Hohoho, É Natal!!!
Dia de gala, da celebração do amor, do nascimento do menino Jesus (e também do meu afilhado, melhor presente do muuuuundo);  Família italiana barulhenta reunida na casa da bisa, cantando noite feliz ao redor de um presépio liiindo,  a árvore toda iluminada, pequenos ansiosos atentos à qualquer barulho do Noel, ceia de matar, troca de presentes...
E depois, mais uma semaninha e pé descalços na areia, pulando ondas, agradecendo e mentalizando ...  
Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!!!!
Como nesta época do ano fico (mais!?!?) emotiva e reflexiva, pouparei todos de tamanha redundância, e ao invés dos meus blá blá blás fraternos (quem sabe, sabe ...  quem ainda não sabe... a vida ensina...), e fugindo da retrospectiva e das famosas resoluções para 2011, resolvi compartilhar coisas percebidas em 2010.
Bora lá:
  • Que na hora da virada toda nossa energia é super importante  (Força no pensamento!!);
  • Que coisas que começam meia boca, tendem a ser meia boca;
  • Que todo esforço é recompensado, mesmo que não imediatamente;
  • Que toda mudança acaba trazendo aprendizado, mas que para aprender é preciso se dispor;
  • Que espiritualidade tem mais a ver com o bem que se faz, do que com praticas religiosas;
  • Que dormir tarde é um hábito dificílimo de se reverter;
  • Que existem pessoas estrelas, que brilham e ficam, e pessoas cometas, que só passam; 
  • Que se não escrever, eu morro;
  • Que mentira é vicio; Para cada uma contada, surge outra para justificá-la, tornando os não sinceros reféns da própria mentira e consciência;
  • Que acreditar não faz de ninguém um tolo, tolo é quem mente;
  • Que tem mais gente nos observando do que imaginamos;
  • Que eu continuo dançando muito;
  • Que rir é (e sempre será) o melhor remédio;
  • Que, definitivamente, eu preciso começar a usar uma agenda;
  • Que caráter é tudo;
  • Que não importa o quão adulta, independente e madura se seja, na hora em que a coisa aperta, colo de mãe é colo de mãe;
  • Que a família de onde viemos diz muito de quem somos;  e que minha é o máximo (;
  • Que viajar continua sendo a melhor coisa; 
  • Que minha mente é meu céu e meu inferno;
  • Que deve funcionar como uma ciranda, o fato de os defeitos alheios sempre chamarem mais atenção do que os próprios;
  • Que por isso mesmo, tenho que deixar de ser paranóica com os meus;
  • Que crianças são mesmo anjos;
  • Que nem sempre é bom ser tão transparente;
  • Que facebook é beeeem mais legal que orkut;
  • Que cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é;
  • Que torcer pelo Avai, seja em casa com a família ou no estádio, com a família está no sangue;
  • Que Ser é mais importante do que Ter;
  • Que contra fatos não há argumentos;
  • Que os fins NÃO justificam os meios;
  • Que, geralmente, meio torpes significam fins torpes;
  • Que meu sexto sentido é foda;
  • Que a curiosidade deve mesmo ter matado o gato;
  • Que Fé funciona assim: ou você tem ou você não tem;
  • Que as coisas pelas quais passamos dependem, em média, 20% do fato em si, e 80% de como a gente enxerga isto no momento;
  • Que a melhor maneira de se alegrar é alegrando; 
  • Que é muito fácil descobrir qualquer coisa, à respeito de qualquer um; 
  • Que, no fim das contas, é muito mais coitado quem sacaneia, do que quem é sacaneado;
  • Que certas pessoas não fazem isso ou aquilo comigo ou com você, elas simplesmente  fazem... até porque ainda não evoluiram o suficiente para agir de outra forma;
  • Que de onde menos se espera pode surgir uma grande amizade;
  • Que outra grande vantagem de ter amigos, é eles lhe apresentarem outros, que se tornarão novos e grandes amigos;
  • Que dá para chorar de tristeza assistindo uma partida de futebol... e se matar gargalhando em outra....
  • Que existem pessoas pelas quais nutrimos carinho e queremos bem, embora mal tenhamos contato... carinho é carinho, e este pode ser até virtual, sendo sincero, a gente sente;
  • Que mesmo com todo relativismo existente no mundo, certas verdades são universais;
  • Que por pior que seja alguma verdade o melhor é sempre sabê-la, porque a certeza é propulsora, enquanto a dúvida paraliza;
  • Que a recompensa da sinceridade é a liberdade;
  • Que mesmo depois de tudo dito, certas perguntas continuarão sem respostas;
  • Que sushi continua sendo meu programa gastronômico preferido;
  • Que dá gosto de ver, quando nossos sérios pais passam a ser bobos avós;
  • Que samba / rock / samba-rock com os amigos não tem preço;
  • Que pessoas especiais surgem ou reaparecem, do nada, em momentos que precisamos;
  • Que a leitura é meu mundo à parte; 
  • Que na minha  vida, só fica o que for para me fazer bem;
  • Que sou torcedora fiel e irrecuperável dos Finais Felizes;
  • Que preciso mesmo aprender, evoluir a ponto de mudar esta minha visão de que certas pessoas  não merecem Finais Felizes;
  • Que quando a gente faz nossa parte, a vida faz a dela;
  • Que força não diz respeito a quão forte você bate, mas sim a quão forte você aguenta e continua se movendo;
  • Que humildade e simplicidade podem, inclusive, te livrar de uma roubada;
  • Que a gente é só um pinguinho no universo, mas somos também um universo inteiro neste pinguinho;
  • Que sou um tanto quanto diferente mesmo, fazer o que?
  • Que um belo sorriso desarma qualquer um;
  • Que meu olhar sabe ser pior que pelotão de fuzilamento;
  • Que se a-ca-bar no samba lava a alma;
  • Que quem não sabe o que procura, quando acha não reconhece;
  • Que não há nada que um banho de mar ou um pôr do sol na praia não cure;
  • Que sou privilegiada demais;
  • Que eu nunca vou ser discreta;
  • Que tem muita gente muito legal no mundo;
  • Que quem é sem noção, é sem noção;
  • Que para tudo existe uma música;
  • Que tudo é uma questão de foco;
  • Que, de tudo, o que fica é o nosso nome e as lembranças acerca de nossas ações;
  • Que meu lado escorpião é afiadíssimo;
  • Que São Jorge é ninja;
  • Que sensibilidade tem seu preço;
  • Que não há como acertar sem tentar;
  • Que o amor ainda é o melhor de todos os sentimentos, e que não existe ouro que reluza como ele;
  • Que a intensidade é relativa;
  • Que quem não cai não vive;
  • Que Felicidade é opção de vida;
  • Que poderia passar, tranquilamente, mais uns 3 dias escrevendo aqui... e mesmo assim isto nunca seria nem um milésimo das coisas que percebi em 2010... 
Coisas pessoais, até mesmo sem muito significado para você...
Outras tantas, óbvias, manjadas, piegas e de domínio público...
OK, ok!!!
Eu não disse que eram novidades... 
Disse apenas que as tinha certificado... 
Aliás, é melhor irmos nos acostumando... quanto mais se vive, mais se percebe que certas coisas não mudam, continuam aí, como sempre foram ...  apenas passam a nos fazer mais sentido...

sábado, 18 de dezembro de 2010

Doe Esperança Doe Medula Doe Vida


CADASTRE-SE!!!
PRIMEIRO, A GENTE SÓ DOA ESPERANÇA... 
MAS, SE TUDO DER CERTO,
A GENTE TAMBÉM VAI DOAR VIDA

Já que neste blog se fala de tudo, porque não falar de algo super importante, capaz de salvar uma vida: DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA!!!!
Começa aqui minha parte nesta campanha, atacarei por todos os lados, chata??? Nem ligo!!!!!!
"Não seja simplesmente bom; Seja bom para alguém!!!!!!"
Bora meu povo... 
Antes que me perguntem, não, eu não tenho algum amigo, parente ou conhecido precisando de transplante de medula... hoje... Mas sempre vale lembrar, o  amanhã é uma incógnita, e nunca se sabe de que lado se pode estar...

Então vamos lá:
Hoje em dia muitos sabem da importância de se doar sangue, mas a doação de medula é ainda pouco divulgada. A medula óssea é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa os espaços dentro dos ossos e produz os componentes presentes no nosso sangue como plaquetas, que são responsáveis pela nossa coagulação, hemácias (transportam oxigênio) e os leucócitos, responsáveis por defender o nosso organismo de infecções. Por isso, podem imaginar que viver sem medula óssea é uma tarefa um tanto complicada.
Não confundam com medula espinhal!
O transplante de medula é tratamento para uma série de doenças sendo a mais conhecida a Leucemia, mas além dela também existem a Anemia Aplástica Grave ou Aplasia de Medula, Mielodisplasias, Linfomas e Mieloma Múltiplo e Imunodeficiências Primárias. O transplate em si oferece pouquíssimos riscos ao doador, que seriam os da anestesia, e em uma semana ele pode retornar suas atividades normais. Já para o transplantado, pode significar sua única chance de viver.  
Para o doador é apenas um incomodo passageiro, porém, para quem a recebe  significa a vida. 
Como dito antes, a medula óssea é bem diferente da medula espinhal, então, apesar de ser uma dúvida comum, o transplante de medula óssea não pode causar paralisia!!!!
Para a doação de medula, o tipo sangüíneo é irrelevante, porque para fazer a histocompatibilidade se utiliza o HLA, que é uma proteína que fica na superfície das células. Para serem considerados compatíveis os indivíduos devem ter o HLA semelhante e isso é bem raro, entre irmãos as chances de serem compatíveis é de 25%, por isso é tão importante ampliar o números de doadores. Quanto maior o número de doadores, maiores as chances de se achar alguém compatível.

Para se tornar doador:
• Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, e se recompõe em apenas 15 dias.
• Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
• Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
• Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
• Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor.
A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de UMA EM CEM MIL!
• Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
Então minha gente, chega de achar que não somos capazes de fazer diferença... Bora  ajudar!!!!
Vá até o hemocentro da sua cidade e cadastre-se... DOE!!!!
Tem muita gente contando, apostando e sonhando com a SUA ajuda...
 "VAMO QUE VAMO QUE DÁ!!!!!!"
" A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo."
Maiores informaçãoes:



sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Efeito Bumerangue...


"What Goes Around 
Comes Back Around..."



Ação e Reação, Lei do Retorno, Efeito Bumerangue... são vários os nomes dados, mas o fundamento é um só (e lá vamos nós com outra frase clichê) 
"A gente colhe o que planta..." 
É verdade... E é verdade também, que todo plantio requer empenho e dedicação... Certos "atalhos" podem parecer muito tentadores (olha aí a Lei do menor esforço!!!!) mas, nestas horas, nada melhor do que o uso da consciência de que teremos que conviver com as consequências, frutos ou o revés das nossas escolhas...


Para alcançar seus objetivos, você precisa do velho e bom esforço. Você pode estar transbordando de energia positiva, cheio de idéias esplêndidas, ser inteligente, experiente e conhecer todo mundo. Mesmo que tenha tudo isso a seu favor, ainda assim você ainda tem que se esforçar para que as coisas aconteçam.

Não existe substituto para a ação. Você pode trabalhar de maneira mais inteligente, com certeza, mas ainda assim deve trabalhar. Não existe mágica, tecnologia ou ‘sistema’ que substitua o esforço. É claro que todas as coisas citadas acima podem canalizar melhor seus esforços, tornando-os muito mais eficazes. Mas, sem iniciativa, são totalmente inúteis.

Como diz Ralph Marston, todos os dias existem idéias e pensamentos cruzando sua mente, muitos deles com todo o potencial para se tornarem um sucesso. A única coisa que estão esperando é você dar-lhes a energia vital que necessitam para crescer, através de suas ações. O pensamento não é um substituto para a ação, assim como a ação não é um substituto para o pensamento. Embora as duas coisas sejam necessárias, a maioria das pessoas têm uma inclinação mais forte para apenas uma delas.

Jogo da vida - Muito do esforço necessário para conseguir algo está justamente na superação dessa tendência natural – de fazer sem pensar, ou pensar sem fazer. Para aqueles que fazem esse esforço e se superam, qualquer coisa é possível. 

Segundo Jeffrey Keller, você pode dar-se conta ou não, mas você está arremessando um bumerangue hoje. No jogo da vida, você joga bumerangues diariamente. Esses bumerangues têm a forma das ações e dos comportamentos que você atira ao mundo, e que vão voltar para você mais tarde, muitas vezes com seus efeitos multiplicados.


Você já deve ter ouvido falar deste princípio de outras maneiras. Por exemplo, “Tudo que vai, volta”, ou as frases bíblicas “É dando que se recebe” e “Colherás aquilo que plantaste”. Falando nisso, segundo Keller nem sempre você recebe de volta o que plantou. Por exemplo, você pode roubar dinheiro de alguém e acabar na cadeia (ao invés de alguém roubar o seu dinheiro).Mas conseqüências negativas sempre acompanham ações desonestas e inescrupulosas.  Resultados positivos derivam de esforços honrados e justos.

A espera e o retorno - Antes que continuemos, vamos deixar algumas coisas bem claras sobre o conceito do bumerangue. Muitas pessoas não acreditam nele, porque falham em entender seus efeitos a longo prazo. O retorno das suas ações raramente ocorre imediatamente. De fato, muitas vezes existe uma longa espera entre os atos e suas conseqüências.

De acordo com Keller, outras pessoas têm problemas com o princípio do bumerangue, porque esperam receber o ‘prêmio’ de volta da mesma pessoa para quem deram algo. Raramente funciona dessa maneira. 
Você nunca sabe de que, ou de onde, o retorno vira – mas ele sempre virá. 
Talvez a melhor maneira de observar este princípio em ação seja vê-lo ao contrário. Em outras palavras, focalize o que você tem recebido da vida ultimamente. Isso vai sinalizar o que você tem emitido – ‘colherás o que plantaste...”.

Se você não está recebendo alguma coisa que gostaria (amizade, amor, honestidade, dinheiro, e até mesmo a paz de espírito), considere que talvez você não esteja dando essas coisas para aqueles à sua volta. Quando você começar a dar o que deseja receber, você ativará o fluxo de volta. Como você vai arremessar seu bumerangue hoje? A decisão é sua.

(Rui Candeloro)