sábado, 18 de dezembro de 2010

Doe Esperança Doe Medula Doe Vida


CADASTRE-SE!!!
PRIMEIRO, A GENTE SÓ DOA ESPERANÇA... 
MAS, SE TUDO DER CERTO,
A GENTE TAMBÉM VAI DOAR VIDA

Já que neste blog se fala de tudo, porque não falar de algo super importante, capaz de salvar uma vida: DOAÇÃO DE MEDULA ÓSSEA!!!!
Começa aqui minha parte nesta campanha, atacarei por todos os lados, chata??? Nem ligo!!!!!!
"Não seja simplesmente bom; Seja bom para alguém!!!!!!"
Bora meu povo... 
Antes que me perguntem, não, eu não tenho algum amigo, parente ou conhecido precisando de transplante de medula... hoje... Mas sempre vale lembrar, o  amanhã é uma incógnita, e nunca se sabe de que lado se pode estar...

Então vamos lá:
Hoje em dia muitos sabem da importância de se doar sangue, mas a doação de medula é ainda pouco divulgada. A medula óssea é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa os espaços dentro dos ossos e produz os componentes presentes no nosso sangue como plaquetas, que são responsáveis pela nossa coagulação, hemácias (transportam oxigênio) e os leucócitos, responsáveis por defender o nosso organismo de infecções. Por isso, podem imaginar que viver sem medula óssea é uma tarefa um tanto complicada.
Não confundam com medula espinhal!
O transplante de medula é tratamento para uma série de doenças sendo a mais conhecida a Leucemia, mas além dela também existem a Anemia Aplástica Grave ou Aplasia de Medula, Mielodisplasias, Linfomas e Mieloma Múltiplo e Imunodeficiências Primárias. O transplate em si oferece pouquíssimos riscos ao doador, que seriam os da anestesia, e em uma semana ele pode retornar suas atividades normais. Já para o transplantado, pode significar sua única chance de viver.  
Para o doador é apenas um incomodo passageiro, porém, para quem a recebe  significa a vida. 
Como dito antes, a medula óssea é bem diferente da medula espinhal, então, apesar de ser uma dúvida comum, o transplante de medula óssea não pode causar paralisia!!!!
Para a doação de medula, o tipo sangüíneo é irrelevante, porque para fazer a histocompatibilidade se utiliza o HLA, que é uma proteína que fica na superfície das células. Para serem considerados compatíveis os indivíduos devem ter o HLA semelhante e isso é bem raro, entre irmãos as chances de serem compatíveis é de 25%, por isso é tão importante ampliar o números de doadores. Quanto maior o número de doadores, maiores as chances de se achar alguém compatível.

Para se tornar doador:
• Qualquer pessoa entre 18 e 55 anos com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, e se recompõe em apenas 15 dias.
• Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 5ml para testes. Estes testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
• Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
• Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
• Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor.
A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de UMA EM CEM MIL!
• Por isso, são organizados Registros de Doadores Voluntários de Medula Óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
Então minha gente, chega de achar que não somos capazes de fazer diferença... Bora  ajudar!!!!
Vá até o hemocentro da sua cidade e cadastre-se... DOE!!!!
Tem muita gente contando, apostando e sonhando com a SUA ajuda...
 "VAMO QUE VAMO QUE DÁ!!!!!!"
" A doação de medula óssea é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo."
Maiores informaçãoes: